quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Resultado...

E o resultadodessaprocura de apartamento, stress do curso e problemas foi que o Rodrigo teveuma esquemia (strocke) e estamos no hospital com direito a ambulancia, paramedicos entrando na minhacasa para salvar meu marido que estava catatonico balbuciando algumas palavras e desmaiando.
Doumaisnoticias quando formos para casa.
Oque e nosso ta guardado.

domingo, 26 de setembro de 2010

HOMELESS!

Não sei se eu choro, se eu grito se eu pulo pela janela ou se eu pego um avião e volto para o Brasil...
Hoje a Dona do apartamento veio aqui e deu a notícia de que ela precisa vender este apartamento e eu preciso procurar outro... Você não está entendendo, eu passei mais de 3 meses tentando achar um apartamento e não consegui de jeito nenhum... aqui funciona assim; todos os apartamentos são do estado, cada sueco tem direito a 1, e se voce quer alugar um ape voce tem que entrar em uma fila que dura no mínimo 5, 6 anos...
Esse apartamento que eu estou é perfeito para mim, tem tudo pertinho, supermercado, lojinhas, perto do metro... apesar dos problemas que deram tava valendo a pena para a gente ficar aqui, até porque eu estava contando com isso......
Enfim... as vezes eu acho que o universo está conspirando para fuder a minha vida aqui na Suécia...
Deve ter alguma coisa muito boa guardada lá na frente pra mim...
Só um detalhe que eu não falei antes: já liguei para SETE (7) apartamentos e não "aceitam" bebês...
tá bom pra voce?!

sábado, 25 de setembro de 2010

A felicidade existe...e ela mora em Örnsberg.

Antes de vir para cá eu tentei entrar em contato com o máximo de pessoas possíveis que morassem aqui e fossem brasileiras, para pedir dicas, fazer amizade... e numa dessas procuras eu conheci uma pessoa muito especial!
Ela é brasileira e mora aqui há 22 anos. vou contar a história dela para vocês, pois para mim foi uma história que aquece o coraçao e faz a gente acreditar na felicidade.
Essa minha amiga tinha uma irmã que foi estudar na França e em uma viagem de navio conheceu um sueco... e casou. Então a Celia veio visitar a irmã, e faltando 1 semana para ir embora, ela estava no metro com a Tia e viu um sueco bonito passar... e ele olhou para ela... e ficaram naquela troca de olhares.
Antes dela saltar do metro ele sentou em frente a ela e deu um papelzinho com o telefone dele. Ela pegou e foi embora... e chegou em casa e falou para a irmã, que tinha gostado MUITO do sueco, mas não tinha como se comunicar com ele... nem inglês ela falava...
A irmã dela, pegou o telefone, ligou para o sueco bonitão e disse; Minha irmã gostou muito de voce, ela não fala sueco, mas quer te conhecer, voce aceita vir tomar um café aqui na minha casa? Na mesma hora ele aceitou! não deixou para o outro dia!
Quando ele chegou, a Celinha toda envergonhada, sentada na sala...
E a irmã dela fez o seguinte: entregou um dicionário português/ sueco para ela e um dicionário sueco/ português para ele e disse:  Agora voces se virem!
O resultado: estão casados a anos com uma filha linda, carinhosa e que fala português e sueco perfeito!
Num lar que transborda felicidade, harmonia e amor.
Essa história saiu até nos jornais da Suécia e rendeu uma matéria de revista!
Ontem estive na casa deles para um jantar típico sueco! Fui recebida com empadinhas de camarão deliciosas e pina colada, papo vai papo vem, sentamos à mesa e comemos uma sopa de ervilhas que é para se comer com uma colher de mostarda, a sua escolha... eu escolhi uma dijon deliciosa! acompanhand a sopa eles servem uma "cachaça" sueca divina!!! parece que tem mel dentro... e quente! sim! eles esquentam o PUNCH como é chamado e vc toma junto com a sopa.
Seguindo a sopa, é tradiçao comer umas panquequinhas que se parecem muito com o crepe francês evc escolhe umas geleias deliciosas para acompanhar...
E para fechar com chave de ouro ela serviu um kaffe (café!) com quindins e bolinhos recheados, tudinho feito por ela!!!
Gente, como me senti a vontade, feliz na casa dela... são pessoas amáveis, o Kurt, marido dela, falando inclusive português com a gente, super carinhoso com o Be e me contando várias histórias interessantes da Suécia! mas isso fica para um outro post... ;)

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Partido xenofóbico, nazista e racista ganha as eleiçoes.


Então tá, não vou começar minha ladainha aqui.. mas voce lembra deste post que eu fiz? Então... olha aí como já está começando...

Este texto foi escrito pela minha querida amiga Joana Öberg, do blg brassar.se
O SD, regido por Jimmy Åkesson entra para o governo e torna-se responsável pelo equilíbrio do parlamento.
Com o total de 5,7% dos votos no país, mais ou menos 300 mil votos. É a primeira vez que o partido, de raízes nazistas, se estabelece no parlamento, com 20 cargos.
Nenhum partido declarou que vai cooperar com o SD, porém o Sveriges Demokraterna diz estar aberto a todos os partidos.
 Os maiores objetivos do partido é diminuir o fluxo de asilados e imigrantes no país em pelo menos 90% já para o próximo ano.

Os distritos onde o partido teve alto percentual de voto:
Hässleholm: 12,9  Osby: 12,8  Tomelilla: 13,3 Östra Göinge: 13,8 Trelleborg: 13,8 Bjuv: 14,9  Sjöbo: 15,8. Em Brömölla - Skåne 17,8 e
num pequeno vilarejo chamado Örsjö em Skåne  21,3 por cento dos votantes resolveu escolher o partido.

Protesto
Mais de 10 mil pessoas se uniram na praça Sergels Torg, em Estocolmo, para protestar contra a entrada do partido SD no parlamento. Em Gotemburgo eram mais de 4 mil e em Mamlö foram 2 milpessoas.

A iniciativa se deu por iniciativa de uma menina de 17 anos, Felicia Margineanu, moradora de Sollentuna, que criou um grupo no site de relacionamentos Facebook para se unir e demonstrar o desagrado pela eleição do Sveriges Demokraterna.

Segundo a jornalista do Expressen Felícia  Felícia teria dito, ao olhar a praça de Estocolmo lotada de pessoas: Eu tenho apenas 17 anos! Olha o que eu fiz!
Os participantes do protesto portavam cartazes com inscrições: Nenhum racista no Parlamento!, Evite deportação de asilados, não ao SD, Sim para a Democracia, além de imagens com a Cruz Suástica cortada.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Um post pra ninguém ler...







Hoje eu acordei com saudades de NY. Saudades do cheiro das ruas, saudades da cidade amanhecendo no inverno com aquela neblinazinha e os homeless empurrando seus carrinhos de supermercado cheio de coisas com seus casacos sujos e murmurando alguma coisa em ingles...
Saudades de passear no madison square park e achar um absurdo aquela fila gigantesca no shake shak, e 5 minutos depois eu mesma fazer parte daquela fila gigantesca so pra comer aquele hamburguer maravilhoso...
Saudades dos taxis com aquelas tvs que me deixam enjoada mas mesmo assim eu nao desligo, pois eu amo ficar fazendo aquele joguinho de adivinha sobre a cidade...
Saudades de pegar o stroller do Be e passear na columbus circle esperando a hora para a pediatra natureba dele, que so existe em ny... Natureba é apelido! 
Saudades do frio na barriga para cada almoço com aa meninas dos blogs em restaurantes transadinhos que a paula achava pra gente! E nossas babybobeiras que so quem e brasileira, mãe e mora lá entende...
Saudades de andar pela 7th ave entre a 27 e a 31 achando um monte de coisa de decoraçao baratinha me sentindo a amy atlas do pedaço, chegando em casa e fazendo aquele jantar pro meu marido cheio de flores,  napkins holder diferentes... Achando que eu sou uma desperate housewife.... (e ele ter a certeza de que depois do jantar vai rolar alguma coisa e eu virar para o lado e dizer: estou morta! viver em NY sem babá me deixa exausta!! HA!)
Saudades de sentar no restaurante de staten island e beber prosecco com a minha melhor amiga enquanto os maridos cuidam das kids...
Saudades do meu marido reclamando TODO SANTO dia de New Jersey, que foi a coisa mais estupida da minha vida decidir ir morar la... E eu me divertindo horrores, pq eu amava...
Saudades de entrar na duane reade e nao conseguir sair de la sem gastar menos de 50 dolares...

MUITAS saudades do Le pain quotidien e suas delicinhas que me engordavam toda semana...
Saudades da minha vida, minha casa, minha história, que em 1 ano se escreveu no meio do tumulto de Manhattan... logo eu, que nem conhecia NY... e quando fui pela primeira vez... foi para ficar. Afinal, "...if you can make it here, you can make it everywhere...""
Nova York por um simples motivo: ..."concrete jungle where dreams are made..." and mine was... Oh! it was...
Porque em NY, ..."the lights will inpire you..."
Eu quero envelhecer naqueles parques, olhando a juventude passar de bicicleta e patins, tendo a certeza de que a música que eles estao escutando em seus ipods é a mais "cool" do momento, afinal... eles estao em NY...
E aquelas pessoas trocando seus flip flops pelo salto na porta do prédio para trabalhar, quer coisa mais nova yorkina que essa?!
E os Metros? ahhh.... os metros.... o metro card... aqueles artistas que tem a certeza que serão o mais novo sucesso da radio com seus instrumentos tocando nas estaçoes, afinal, eles estão em NY, e quem está em NY, your dreams will come true....
E a brasileirada enlouquecida na 34 fazendo compras falando ingles macarronico e eu passo em silencio pensando ai! que vergonha! e esquecendo que eu sou igualzinha a eles...
Porque eu sonhei. Eu sonhei e aconteceu. You are in New York, BABE....!

New York!!!!
Concrete jungle where dreams are made of,
There's nothing you can’t do,
Now you're in New York!!!
These streets will make you feel brand new,
the lights will inspire you,
Let's hear it for New York, New York, New York...



segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Voltando...

E eu tomei o remedinho... estou mais calma.
Vou explicar oque está acontecendo; Pelo oque me disseram aqui na Suécia não existe "bico".
Fazer um bico... um trabalho por fora... aqui eletricista tem que fazer faculdade. Para voce conseguir trazer um eletricista na sua casa demora mais de um mês.
Daí o eletricista veio e disse que não podia resolver, precisava de outra pessoa... e essa pessoa só pode vir na outra semana...
Em qualquer lugar do mundo voce liga, marca uma visita, o cara resolve, se der, se nao der, marca de voltar...
mas aqui não.. aqui é tudo complicado...
Não vejo a hora de voltar para NY, para a MINHA CASA, meu apartamento, MINHA LÍNGUA (mesmo sendo ingles)
Estou tentando ao máximo relaxar e curtir a experiencia, mas não estou conseguindo... está me irritando MUITO a maneira como as coisas funcionam aqui...
Eu to com uma bola inflamada na cicatriz da minha cirurgia das costas, fui ao médico e sabe oque ele me disse?
Passa ALCOOL 2 x ao dia e espera melhorar... só que esta criando uma quelóide gigante, tá horrivel... só uma plástica para tirar essa merda, que podia ser evitada...

E ai? ainda acha a Suécia o país mais avançado do mundo??????????

Non Stop

E as visitas não param, e o resfriado/febre/nariz nojento escorrendo/ cançaso não passa e a merda da geladeira está quebrada...
E eu ligo o forno, a geladeira desliga... e as comidas estragam e eu fico irritada e a resposta que eu tenho é: mas aqui na Suécia é assim... esperei 15 dias para o cara vir ver qual era o problema e ele fala: tem que vir uma outra pessoa porque eu não consigo ver qual é o problema... não consigo ver o fio porque está atras do armário... mais 1 semana de espera... e a e a comida estraga e eu fico irritada...
E nesse momento eu odeio com todas as minhas forças a Suécia, os suecos, esse apartamento essa geladeira...
Em qualquer lugar do mundo quando voce paga voce tem um serviço prestado.... mas segundo a Dona do apartamento "na Suécia não é assim"....
Todo dia comida estragando, dinheiro jogado fora e eu não posso chamar ninguém para arrumar simplismente porque "aqui na Suécia não é assim..."
você que tá lendo esse post, que tem filho pequeno, que faz aquela sopinha fresquinha pro seu filho, com o maior carinho entende a minha revolta de toda hora abrir a merda da geladeira e a merda da comida estar estragada?
E a comida para as visitas? os frios? os queijos? e a GRANA que eu gasto no supermercado e vai direto para p Lixo????????
E eu to achando que é melhor eu parar de escrever e tomar um remedinho pra me acalmar...

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Helsinki, Finland!

Fomos nós para Helsinki, foi MARAVILHOSO!!!
Depois escrevo com calma! some pics for u:



não quero nem falar sobre isso... uma feirinha inteira de pele a animais mortos... chorei, vomitei, passei mal e gritei pelo green peace...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Uma visita especial!

E chega em Estocolmo uma amiga querida do RJ, que trabalhava comigo na Veja! Não sei quem é mais palhaça de nós 2... você decide:









quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Me sentindo toda importante...

Saiu um texto meu no blog mais badalado da internet! o NY WITH KIDS.
Check it out!

stair away to heaven...

Essas fotos são de uma estaçao de metro em Östermalm, e essa escada tem a altura de um prédio de 10 andares.... eu confesso que não tive coragem de subir... ta achando que eu sou maluca, né? JURO! a escada era MUITO sinistra... muito medo...rsrsrsrs!!!




Você acredita em olho grande?

Tem nego por aí que acredita numa coisa mais esquisita que a outra... A moda aqui na familia agora é acreditar em inveja e olho grande.
Rafaela! pára de falar da sua vida no facebook! aquelas amigas vão colocar olho grande na sua vida!
Rafaela! pára de escrever nesse blog sobre a sua vida! escreve só sobre a cidade e pronto! tem muita inveja por aí...
Rafaela, Rafaela Rafaela...

Outro dia o marido colocou pela primeira vez umas fotos minhas e do Be no facebook, no dia seguinte tava eu de cama passando mal pra cassete... coincidência? daí vem ele com aquele papo que foi olho grande e tirou tudo as foto... rsrsrsrs!!!

Rafaela! o povo lá no Rio de Janeiro deve morrer de inveja de você, não fale da sua vida para suas amigas... uma engravidou sem marido, a outra perdeu o emprego e o sonho era morar na Europa, a outra tentou morar em NY e não conseguiu se sustentar lá nem 1 mês... cuidado!!!

Rafaela! mesmo gorda seu marido te ama... as mulé lá no Rio de Janeiro tudo magra e solteira... querendo um namorado e até pagando as contas deles!

Rafaela... Rafaela... Rafaela...

A Rafaela foi tomar um banho de sal grosso e já volta...

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A interpretaçao do Be do Brazilian day in Stockholm...

video

Supermercado...

Eu fui criada com aquela mania de brasileiro de fazer aquelas compras do mês, gigantescas.
E como uma boa gorda, eu não gosto que falte nada aqui em casa, principalmente no meio da noite, quando a gente esta vendo aquele filminho, bate aquela vontade de comer, sim, porque não é fome, é aquela vontade de comer alguma coisa diferente... e eu amo ir para a cozinha fazer um risotto de abóbora com gorgonzola, ou risotto de pera com queijo brie, ou uma massinha aos 4 cogumelos e sake... sim! essas sao as comidas que gosto de fazer de madruga...
Especialmente nessa fase de muitas visitas, fico na maior paranóia de faltar alguma coisa... apesar de os supermercados ficarem abertos todos os dias até as 10 da noite...
E vou eu e meu pai ( que está indo embora amanhã e é culpado por essa mania) para o supermercado sueco fazer nossas compras do mês.
Sueco compra a comida do dia e pronto, para vocês terem uma ideia, a geladeira da minha casa é do tamanho de um frigobar e mais um freezer.
Isso para mim é uma tortura!!! rsrsrsrs!!!! To eu com o meu super hiper carrinho mega lotado, transbordando de comida, entro na fila do caixa...
O garoto que estava no  caixa olhou para mim e chegou a dar um suspiro, atrás de mim, NINGUÉM mais entrou na fila, era como se tivessem colocado uma placa dizendo: "siga para outra fila, a madame aqui resolveu comprar o mercado inteiro."
Aqui, cada saco de plástico você paga 1 coroa, porisso eu levo um carrinho com uma sacola grande para colocar as coisas...
Enquanto eu passava os produtos na registradora, meu pai colocava na sacolona, entao que o caixa me dá a notinha e eu dou para ele o cartão de crédito para pagar.
- Desculpe, mas esse caixa só aceita dinheiro...
E quando ele falou isso, eu senti ele espumando de raiva, pois ele teria que guardar todas aquelas coisas, fazer estorno com tudo que ele passou pela registradora...enfim...
Daí eu falei:
- entao segura aí que vou sacar dinheiro...
Meu pai ficou lá com as compras e ele falou que tinha sueco passando por ele e até xingando! hahahaha!
revolta e perguntas di tipo: - Praque tantas compras? ta esperando uma guerra?????
Volto eu com o dindin, pago e vou embora.
Não preciso dizer que cada vez que vou no mercado agora pego só uma cestinha de compras e pronto, né??!! rsrsrsrsrs!!!
Saudades do Morton Willians, Whole foods, Gristedes.... Zona Sul, Pão de açucar...

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

As Suecas.

As suecas são magras, altas, loiríssimas e antipáticas. Elas passam na rua e não olham para voce.
A maioria delas ou esta empurrando um carrinho de bebe e tem outro bebe no colo ou está quase nua com roupas que chegam a ser vulgar de tão curtas.
As suecas são super liberais sexualmente. As suecas jovens, quando veem um homem bonito na rua chegam a encarar o cara até eles olharem.
Alias,  de mulher que eu simpatize aqui, só no meu espelho...
Outro dia eu estava comendo um sanduiche com o meu pai, marido e filho, estava fazendo um frio de 10 graus, sentou do nosso lado uma menina que devia ter no máximo 15 anos, mas estava vestida que nem mulher de programa em Copacabana...
Uns brincos gigantescos prateados, um microvestido que quando ela sentava o fundilho da meia calça era a única coisa que tampava a periquita dela... uma botinha curta com um salto estranhíssimo, cabelão loiro solto (lindo por sinal) e uma postura de menina recatada...
Gente, meu pai é carioca, a gente mora na praia, ele ve mulher "pelada" todo dia... mas essa menina chegou a encomodar nós 3...
Só nós 3, pois para todos os suecos em volta era normal... eles nem olhavam...
60% das mulheres aqui já foram casadas, tiveram filhos e hoje são casadas com outro.
Estocolmo é a cidade que tem mais solteiro per capta do mundo.
A impressão que eu tenho é que no frio essas suecas todas ficam tao bebadas que saem por aí dando para qualquer um.
E não sou só eu que tenho essa impressão...
Minha cunhada que mora em Barcelona e é gay, contou que as suecas ficam tão, mas TÃO bebadas nas baladas na Espanha, que volta e meia uma aparece desacordada na praia com a calcinha arreada... e sempre sueca...
Eu não tinha noçao desse traço peculiar delas, pois as que são mães parecem tão recatadas...

Dica: Se voce está passando por algum problema no seu casamento NUNCA venha a Suécia, além do seu marido não parar de olhar para o lado, elas dão em cima mesmo!
Eu e o Rodrigo já morremos de rir, pois as mulheres aqui são tão bonitas que voce vê beleza do tipo Jennifer Anniston no Mc Donalds, é normal...
Como eles diriam:

"Välkommen" to Sweden....