quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

My milk toof!!!



Meninas,

Estou perdidamente A-P-A-I-X-O-N-A-D-A pelo Lardee e pelo ickle!!! São 2 dentinhos de leite que toda hora se metem em aventuras clicadas pela artista Inhae Renee Lee, uma koreana que mora na California que estudou em Paris! (Ufa!)
É a coisa mais apaixonate do mundo!!! eu fico lendo as historinhas e mostrando as imagens para o Be, ele ama!!!

Enjoy!!!!

http://mymilktoof.blogspot.com/




segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

sábado, 11 de dezembro de 2010

1 ano.

Eu acho a coisa mais hipócrita do mundo aquelas mães, que quando vão fazer declarações de amor para os filhos falam:"Não lembro de como era minha vida antes de você nascer". "Minha vida só faz sentido agora que você nasceu."

Eu lembro muito bem da minha vida antes do Be nascer. E era maravilhosa.
Eu tinha um empregão, viajava quando queria, saía para jantar todo dia,  era magra,  tinha uma vidinha e tanto.
Hoje em dia, minha vida também é maravilhosa. Mas existe uma grande diferença, claro que ter um filho, muda tudo, nossa rotina, nossas viagens, nossas prioridades...
Mas oque mais mudou foi a minha cabeça. Não consigo mais deixar uma luz acesa, pensando no futuro do meu filho. Nunca reciclei lixo, agora, reciclo tudo. Pensando no meu filho.
Não consigo mais passar por um homeless indiferente. Não consigo mais ver notícias de tragédias sem chorar. Não consigo mais ver injustiças, afinal, que tipo de exemplo darei ao Be?
O que eu quero dizer, é que, minha vida continua maravilhosa, mas com uma grande carga de emoção.
Hoje em dia, os meus valores mudaram. Não foi só a minha vida.
Sou mais chorona agora, sou mais feliz agora, sou mais adulta agora.
Sim, minha vida, antes dele, era maravilhosa, mas agora... agora é mais maravilhosa ainda.
E eu não preciso escrever isso aqui "para um dia ele ler" pois eu falo isso no ouvidinho dele todo dia!!!
Parabéns para mim. que há 1 ano, vem aprendendo a ser gente, e ser mãe.



domingo, 5 de dezembro de 2010

Um dia de fúria.



Aqui em Estocolmo, para você ter um celular de linha, você tem que estar morando aqui a pelo menos 8 meses, e logo que a gente chegou, comprou um de crédito.
Eu tinha marcado de almoçar com uma amiga, estava super atrasada, neve até o meio da perna, põe e tira casaco meu e do Be, sacolas penduradas... aquela loucura...
Fui na loja para recarregar meus créditos do cel. 
Paguei e pedi para o cara recarregar para mim, e nisso ele desligou o meu celular, eu pedi que ele ligasse, pois eu não estava conseguindo.
Ele pegou o telefone, apertou um simples botão e pronto. Olhou para a minha cara como se eu fosse a pessoa mais estúpida da face da terra, com desprezo. E me entregou o telefone com um sorriso sarcástico.
Na mesma hora eu olhei para cara dele e falei em inglês:
- Olha aqui seu palhaço, não me olha com essa cara! Se você quiser falar sobre fraldas, cocôs, bebês e papinhas, eu tenho certeza que sei MUITO (gritando) mais do que você sabe sobre telefone celular!!!

Gente, o sueco ficou branco! pediu desculpas e abriu a porta da loja para eu sair, com medo de eu quebrar tudo... hahahahahaha!!!
Um dia de fúria na Suécia!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Amigas e o frio.





A sensaçao que eu estou tendo é que estou conhecendo uma outra cidade. Não só pela neve que deixa a cidade deslumbrante, mas pela energia e amizades. Quando eu cheguei em Estocolmo, só conhecia uma pessoa, e ela era negativa, pesada e insatisfeita com a vida. Só falava mal da Suécia e dos suecos.
Agora, com um grupo de amigas incríveis, educadas, e felizes, estou descobrindo uma Estocolmo linda!
Tenho saido bastante, passeado com as meninas, almoçado fora, elas vem sempre aqui em casa, vou na casa delas...
Em especial, tenho uma perceira de bater pernas, a Flavia, uma paulista da gema que fala "Manoooo"  e vive me enchendo o saco com o Rio x SP.
Vocês acreditam que até uma loja estilo "chinatown" a gente achou aqui em Estocolmo????
Estou feliz. Aliviada... como a energia das pessoas em volta da gente influenciam, né?!
O Rodrigo tem estudado que nem um doido, mal tem tempo para dormir... senão fossem as meninas eu tava frita! falando com as paredes...
Mas o melhor de tudo isso é que em 2 semanas embarco pro Brasil!!!! para descansar, curtir, e pegar uma praia, acima de tudo uma praia, pois a temperatura média daqui tem sido:
 - 17 GRAUS!!! 
Não preciso falar mais nada né?! Ontem comprei uma roupa de ski e um sled para o Be, esse fim de semana vamos levar ele para fazer "ski-bunda" logo logo coloco fotos!!!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Give thanks.



Ano passado estava eu NY, em frente a tv com um barrigão, esperando a mega ceia de thanksgiving e olhando um milhão de encartes de jornal para ver o que iríamos (tentar) comprar no black friday.
Minha mãe já tinha chegado em NY para o nascimento, estava fazendo um monte de delicias na cozinha, o Digo em casa, paparicando a barriga...
E hoje, eu aqui... com meu menino quase fazendo 1 ano, morando na Suécia, preparando nossa ceia de thanksgiving, muito muito muito feliz, e so thankful for everything i have in my life.
Que loucura é a vida... aonde vocês acham que estarei ano que vem no thanksgiving??? deixem comentários, please! to super curiosa!
Será NY?  Rio de Janeiro? São Paulo? Tóquio? Amsterdam? Estocolmo? Paris?   (juro que todas essas são possibilidades reais)
Um feliz thanksgiving para voces, e curtam suas familias!!!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Estamos com visitas.

Estamos com visitas, assim que meu primo for embora venho aqui contar novidades para voces!!!


PS(Reparem no nome da loja ali atras, na foto!!!! destino?????)

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Visitas!

Esse fim de semana foi bem agitado!
Recebemos a visita de um casal alemão e seu baby, Curtimos muito!
Eles chegaram na sexta feira, vieram para cá e eu fiz uma picanha bem brasileira, com farofa e batatinha. Eles amaram!
Sábado fomos para Gamla Stan, Royal Castle e tivemos um almoço maravilhosooooo!!! Depois, compramos um vinhozinho (3 vinhozinhos...)  e fiz um risotto.
No domingo passamos o dia em um parque que se chama Skansen.se almoçamos uma comida tradicional sueca e visitamos todos os bichinhos escandinavos! foi muito legal! As crianças amaram, mas o Be dormiu o metade do passeio... hahahaha!
Estava *MUITO*  frio, a ponto de eu deixar uma garrafinha de água no holder do Be e a água simplismente congelar... tá bom pra voce?!  com o detalhe que o parque é todo ao ar livre, com construções que vieram de todas as cidades da Suécia. Lindo!
Chegamos em casa fiz uma muqueca de peixe com camarão que ficou fantástica, os alemães ficaram loucos! e de sobremesa, brigadeirão!!!
Meu maridão lavou toda a louça, arrumou toda a cozinha e hoje eu estou de molho, com dor de garganta e ouvido... rsrsrsrs!!!



quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A sua casa.

Oque aconteceria se de 1 minuto para o outro voce tivesse que desaparecer da sua casa, deixar ela exatamente como ela esta e entrassem novos moradores nela??????

Entao! Nós literalmente entramos na casa de outra pessoa para morar por 5 meses!!!
Eu não sei nem por onde começar a contar as coisas para voces...
O dono desse ape é um sueco super gente boa, que passa o inverno todo na India. Ele mora sozinho e tem um filho de 18 anos, que mora aqui perto.
Vocês acreditam que até a comida na geladeira o cara deixou? gente, para voces terem uma noçao, eu entrei no ape, as luzes estavam acesas, aquecimento ligado e máquina de lavar roupa funcionando, lavando lencóis!!! É muito louco isso!!!
Ele não tirou NADA do lugar, até os porta retratos, a despensa cheia de comida (e ligou para a gente para falar que era para usarmos tudo, oque nao quiséssemos, que jogássemos fora...)
Os armérios de roupa ele literalmente separou um lado com as roupas dele e deixou o outro lado vazio, com cabides para a gente.
Eu não sei explicar a sensaçao para vocês...
Para arranjar ape aqui, ou voce entra na fila do governo ou aluga de algum sueco que esteja indo trabalhar ou morar fora... ( ou aluga de uma maneira ilegal, no mercado negro, mas isso pode dar polícia, a pessoa que alugar esse apartamento para voce pode literalmente ser presa)
Eu trouxe de NY todos os meus lençóis, cobertas compramos aqui, mas mesmo assim é MUITO estranho deitar na cama do sueco e olhar para as fotos dele... hahahahaha!!!!!!
Com calma vou contando tudo para voces, nao tenho conseguido escrever, pois temos saido pra caramba, e chegamos em casa exaustos.
O Be não pára 1 minuto e além de tudo temos um telão com projetor no nosso quarto!!! ou seja, quando temos um momento de calma, colocamos um filminho e vemos "cinema" !!!
Amanha eu conto mais!!!


quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Finalmente!!!




Gente!

Hoje eu fui conhecer 2 brasileiras muito fofas, gente boníssimas com bebezinhos!!!
I feel like haven...
Finalmente alguém que fale minha língua!!!
Aqui na Suécia a única brasileira de nível e gente boa que eu conhecia foi a Celinha, porque o resto... Deus me livre... vou te contar... (um dia eu tomo coragem e conto pra voces...)
Pelo menos das que eu tive contato, eu até conheci umas super gente boa,mas a gente não teve muito contato...
Foi uma tarde maravilhosaaaaa!!! a gente lanchou no shopping, passeou com os babys... Oh God! i loved it!
Amanha vamos para a casa da Cintia fazer um "fika"(como se fosse um lanche) com os bebês.

AMO MEU ANONIMO!

Anonimo,

Você tirou as palavras da minha boca. Estou enrrolando há muito tempo para escrever um post sobre os refugiados de guerra e imigrantes aqui na Suécia. Eu compartilho da mesma opinião que voce. E olha que eu não leio nenhum jornal, não tenho a menor ideia das notícias politicas daqui, eu falo isso pela minha experiência e oque eu vejo nas ruas. Eu fico revoltada.
Você deixou dados interessantíssimos no comentários.
O problema de escrever sobre esse assunto aqui, é que, as vezes, alguém que esteja lendo, pode pensar que eu sou racista, nazista, whatever...  a pessoa lê e não vê os absurdos que eu vejo por aqui...
Manda um email para mim: rangelrafaela@hotmail.com
Vamos escrever juntas esse post?!


Para quem não está entendendo:

A Suecia tem 200 vezes mais estupros per capita do que o brasil e 95 por cento dos estupradores sao muçulmanos ou negros e as vitimas sempre sao suecas brancas nao muçulmanas. 

"OS DEMOCRATAS NAO ESTAO DE TODO ERRADOS.
Nas últimas eleicoes suecas, o Partido Democrata nao chegou a atingir 1% dos votos, mas, agora, nas pesquisas de "boca de urna" ele, o Partido, já conta com 7% das intencoes de votos e, nao vai levar as eleicoes por uma razao muito simples: O FATO DA ORIGEM DO PARTIDO TER SIDO NO AMBITO DO NAZISMO, FASCISMO. Mas a sociedade sueca está cansada de pagar tantos impostos e ver suas portas abertas para milhares de refugiados. A maioria islämica, que sao sustentados pelos nossos impostos e nao se adequam ao pais. O problema nao está na burka, em véu, nada. Está no fato de que a maioria dos homens querem ter suas mulheres como s e estivessem no Ira, Iraque ou Africa. Para se ter ideia do que vive a Suécia, no momento, NAO há EMPREGOS. OS IMIGRANTES BURLAM AS LEIS. ABREM EMPRESAS, FATURAM OQ UE QUEREM E PODEM, MANDAM O DINHEIRO PARA FORA DO PAIS E DEPOIS, ABREM NOVAS EMPRESAS. Tudo com o aval de um Governo que nao ouve o clamor da sociedade. As rádios suecas estao apinhadas de gente a ligar, diariamente, clamando por mudancas. A maioria, aposentados. Por que estes estao vivendo vida de cao, por aqui. Falo isso, nao baseada em covnersas. E sim, no que eu vejo, diariamente. Desta forma, o Partido Democrata está captando adeptos mais do que se pensava. Eu mesma estou a pensar se nao votarei neles. Porém, eu creio que o poder na Suécia, continaurá nas maos do Atual, os Moderados."



"  Rafa, a revista Epoca online, fez uma reportagem sobre o assunto, voce podera ver em: A escalada da extrema direita na Europa. Leia os comentarios. Principalmente, o comentario da brasileira Grace Olsson que vive ai. A Suecia precisa de mudancas urgentes. O aposentado esta vivendo na miseria, como cao. O indice de desemprego na Suecia e alto, nao tem emprego pra tanta gente(nativo, imigrante e refugiado). A coisa esta complicada na Suecia, tem que viver o dia a dia pra poder entender o crescimento de grupos de extrema direita ai. Em outras palavras, a Suecia esta quebrando, assim como os Estados Unidos esta em colapso vivendo o seu apogeu."


" Recentemente tenho escutado coisas horriveis sobre a Suecia. O indice de criminalidade e alto, os casos de estupros sao altissimos, praticados por negros vindos de paises africanos e por arabes muculmanos. Os aposentados estao vivendo uma vida de cao, recentemente uma rede de televisao sueca fez um debate entre os aposentados e o Primeiro Ministro, e uma senhora mostrou o miseravel cheque de menos de 500 reais por mes que a coitada recebia do governo para sobreviver. Pois, 500 reais(nao lembro agora o valor em coroas suecas) nao e nada, pois o custo de vida e muito alto. Fora o indice de desemprego ser alto. Ou seja, pra quem e um lascado no Brasil, lascado ao extremo, sem comida em casa, vivendo nas ruas e uma boa ir para a Suecia. Ao menos vai ter um cubiculo e comida. So isso. E olha que o governo taxa 33% do minimo dai, no final e melhor viver no Brasil como dondoca."

terça-feira, 26 de outubro de 2010

LUTO.

O Theo foi para o céu. Quem é mãe entende a força e o peso desta frase. Aline, FORÇA FORÇA FORÇA!

Se agarre na sua fé, que desde o começo foi inabalável.
Engravide logo, tenho certeza que o Theo mandará um anjinho para ficar do seu lado.

domingo, 24 de outubro de 2010

Nem por um segundo...





Nem por um segundo, eu imaginei.
Nem por um segundo acreditei que uma pessoa que nem você existisse...
Mesmo que eu falasse a língua dos anjos e pedisse de joelhos,
não conseguiria pedir uma pessoa como você.
Mesmo que eu procurasse, desbravasse por esse mundo afora,
Nada seria, nem chegaria perto de você.
Mas o amor existe, e bate na nossa porta,
Mesmo que seja um pouquinho longe, ele estava me esperando...
Lá... em Tudor City Place...
Um amor para a vida toda, com direito a história de princesa e final feliz...


Dedé, amo voce mais que a vida.
sua Gorducha.





sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Oque me deixa triste / Oque me deixa feliz.

Triste:

a distância
o frio.
a solidão.
a incompreensão.
a falta de educaçao.
pessoas estúpidas que só pensam em dinheiro.
a falta.
o leite estragar mesmo na geladeira em 5 dias.
não poder passear com o Be sem 20 mil casacos.

Feliz:

meu marido.
meu filho.
ter a conciência de que: "Tudo Passa"...
meu livro a noite.
chá de maça com canela.
cozinhar para amigos.
sushi.
andar descalço.
ver meus seriados na apple tv.


sou uma pessoa simples, não?!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Um pedido especial.

Meninas,

Hoje eu vim aqui para fazer um pedido. A maioria de vocês que lêem meu blog tem filhos, e sabem oque é o amor de mãe...
Minha amiga Aline Bretas está precisando MUITO das nossas orações, energias, vibraçoes, seja lá qual for a sua crença... quando for fazer seus pedidos e agradecimentos, por favor, não esqueçam de pedir pela vidinha do Theo, que fará uma cirurgia no dia 20, para tirar um tumor da cabeçinha.
O Theo nasceu 1 semana antes do Be, e eu acompanho a história deles desde a gravidez.
Se eu to nervosa e não consigo para de pensar no assunto, imagina a Aline?
Força minha amiga! minhas oraçoes estão com você!

Para quem não conhece a história do Theozinho: http://vivoesinto.blogspot.com/

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Stroller.

Eu tenho um bugaboo frog e acho um trambolho! Eu andava nas ruas olhando todos os carrinhos e pensando qual seria o mais prático de todos... Quando cheguei aqui na Suécia comecei a achar o meu bugabooo mínimo, praticamente um pocket stroller.... hahahaha!!!

Esse é o carrinho de bebe da maioria das suecas:


Essa foto eu tirei tomando um cafezinho a tarde na Ahlens city.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Minha conclusão.

Eu estava conversando com uma amiga e a gente chegou a uma conclusão;
Se voce é duro no Brasil e vem morar aqui, voce está no paraíso. Se você tem grana e vive bem no Brasil e vem para cá, você estará no inferno...
Aqui os duros tem acesso a saúde pública FANTÁSTICA, não tem rico, não tem pobre, mesmo nas escolas as crianças são todas da mesma classe social, não tem preconceito, o transporte público, a ajuda financeira do governo dá condiçoes de qualquer um viver ( e bem) sem nem ao menos trabalhar. (outro assunto sério para um post, os refugiados de guerra/ imigrantes vem pra cá, nao trabalham e ficam mamando na teta do governo...)
Agora, se você está acostumado a ter empregada todo dia, carro na garagem e mordomias que só o dinheiro oferece, minha amiga... você tá FUDIDA aqui!!!
Aqui ninguém tem empregada nem babá, alias, as mães recebem salário integral (se ela não trabalha recebe 500 dolares) todo mês para ficar 1 ano em casa cuidando dos bebes + 500 dolares (mais ou menos) para as despesas com fraldas, roupinhas... e quando o baby faz 1 ano ele tem creche de graça e a mãe continua ganhando dinheiro para "se preparar" para voltar ao trabalho.
Eu tenho uma amiga aqui em Estocolmo que não conseguiu ter filhos, então ela foi ao Brasil e adotou um bebezinho. Quando ela voltou para cá e deu entrada nos papéis do bebe, em 1 semana chegou pelo correio um cheque na casa dela com um valor equivalente ao oque o governo gastaria no pré natal dela!!!
Pois aquele dinheiro não foi gasto na saúde pública com ela, mas é por direito dela! how amazing is that?
Quando o Rodrigo passou mal eu liguei para o "911" daqui e a ambulancia levou a gente para um hospital "público" pois como aqui é um país socialista, não existe quase nada privado, lá, a única coisa que pediram foi o passaporte dele, pois nós eramos estrangeiros. Eu naquela mania idiota e prepotente de brasileiro, logo que ele saiu da emergência e foi para o quarto falei; "Eu tenho seguro, quero um quarto privado, pago oque for preciso por isso, pois quero dormir com ele."
a resposta da enfermeira loira linda e educada foi:
"Você pode ficar em um quarto privado, pode dormir com ele e não pagará nada por isso" com um sorriso de comercial de tv na boca. E ainda levaram cafá da manhã para mim com chá, pois não tomo café...
#caradebundaqueeufiquei
Agora, se voce é daqueles que para entrar em boate suborna o segurança, se é parado em blitz tenta uma conversinha, ta acostumado a andar de carrão com ar condicionado e nunca andou a pé, tem empregada dormindo em casa que serve até o seu jantar... esquece Suécia!!!
E tem mais; esquece Europa em geral... eu AMO fazer a unha, em NY fazia toda a semana com manicure vindo em casa, aqui, fui no salão fazer a unha, a mulé quiria me cobrar 46 Dólares para fazer a mão sem tirar cutícula e ela nem sabia fazer pé!!!
Enfim, eu não sou madame, não estou reclamando, mas que nós brasileiros somos muito mal acostumados, somos! e não venha me falar que tem o pobre que não é mal acostumado porque é SIM! vai ver se algum deles troca o samba e o churrasquinho na laje de sábado com a familia, podendo comprar uma cervejinha a qualquer hora do dia em qualquer lugar (aqui não pode), morando num barraquinho que paga todo mes com um dinheirinho suado mas tem uma TV para a familia ver a novela, vai andando para a praia (eu sou do Rio), encontra com a rapaziada, joga um futevolei, gasta 10 pratas em cerveja e milho cozido e volta feliz da vida para casa, por uma vida por aqui...
Tudo tem seu lado bom...tudo tem seu lado ruim...

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Minha amiga Rosa...



Minha amiga,

A gente não tem conseguido se falar, a diferença de horário de 6 horas e a agenda dos meninos não deixa.
Eu queria te dizer que está tudo bem.  E quando não está eu começo a pensar nos nossos papos, e nas nossas curtiçoes em NY que dai fica...
A saudades de voce, Andy e Bruno é ridiculamente gigante. A preocupaçao que voce teve com o Digo, ligar, mandar recado... eu tive a certeza que voce não esqueceu da gente.
Tive a certeza que quando eu voltar para NY tudo vai ser igual, nossas biritas na varanda olhando para a estátua "a moça" como diria a Neca! nossas indecisões infinitas sobre o esmalte que a gente ia passar na unha, com uma taça de champa na mão e um garrete na outra... quem está lendo isso vai achar fútil, não vai entender que essa era nossa "recompensa" após uma semana cuidando de filhos, roupas, casa comida, faxina SOZINHAS!!!!...
Muitas saudades das nossas conversas HIERÁCLITAS (gostou, né?!) do vento gelado nas noites de inverno na varanda, mas a gente não conseguia entrar, pois a música tava boa, nossos maridinhos juntinhos da gente, o prossequinho gelado e o mais importante, Be e Bruno dormindo no quentinho, quietinhos, respeitando aqueles momentos de "adultos".
E é claro que a saudades se extende a Lili, Jamie, Kevin, Marina... amados! que saudades da minha nova amiga riponga!
Aliás, fala para ela te mandar um email com o seguinte título:  "RECEITA DE CROCHE DE GORRINHO DE BEBÊ"

Você vai passar mal de rir, eu prometo...
Mas não tem problema, daqui a pouco a gente já está ai, juntinhos, fazendo planos para nossa comunidade em Mauá...

Amo vocês demais, demais. Essa letra de música é para você, lembra?!:



Há um vilarejo ali 
Onde areja um vento bom 
Na varanda, quem descansa 
Vê o horizonte deitar no chão 
Pra acalmar o coração 
Lá o mundo tem razão 
Terra de heróis, lares de mãe 
Paraíso se mudou para lá 
Por cima das casas, cal 
Frutas em qualquer quintal 
Peitos fartos, filhos fortes 
Sonho semeando o mundo real 
Toda gente cabe lá 
Palestina, Shangri-lá 
Vem andar e voa 
Vem andar e voa 
Vem andar e voa 
Lá o tempo espera 
Lá é primavera 
Portas e janelas ficam sempre abertas 
Pra sorte entrar 
Em todas as mesas, pão 
Flores enfeitando 
Os caminhos, os vestidos, os destinos 
E essa canção 
Tem um verdadeiro amor 
Para quando você for 
Vem andar e voa 
Vem andar e voa 
Vem andar e voa 
Vem andar e voa 

domingo, 3 de outubro de 2010

You Know You Are in Sweden When....




1.  You see groups of men EVERYWHERE with strollers having lunch, at the park or at the mall
 while 
on their government subsidized parental leave.

2.  You see women driving bulldozers, working on road crews or landscaping.

3.  People are only standing on the RIGHT side of the escalator. The left side is for those in a hurry. 
If you do stand on the left side, people get pissed and will likely ask you to move.

4.  Everyone you see looks to be at least middle class. Class differences are almost non-existent
 at first glance.

5. You are unsure of people's ages because many people look so young.

5.  Pre-teen girls dress like grown women. (It is quite alarming actually. Most people I know
 wouldn't let their daughters leave the house looking this way)

6. If it is Friday after work, almost everyone will be carrying a purple Systembolaget bag on 
the way home.  (Because the weekends are for drinking, of course)

7.  Baby girls don't usually wear pink. Gender neutral colors for babies are more preferred here
 and are even debated in terms of equality of the sexes.

8.  The majority of people are agnostic or atheist.

9.  Wherever you came from seems dirty in comparison. Streets, water, parks, you name it - all
 perfectly  clean even though this is a city of 2 million people. Pretty amazing.

10. Caesar salad comes with bacon.

11. There are no fans. Anywhere. Get used to it.

12. There are American t.v. shows on that you didn't even know existed until now.

13. Toilets have buttons, not handles to flush.

14. People on bikes are everywhere. Many of these people have stylish outfits on and maybe
 even a suit.

15. Many Swedes that you meet will apologize to you for their English, in advance. And in perfect
 English. So perfect that you are not sure if they are even Swedish.

16. You wonder if there is a big funeral going on that no one told you about because everyone 
is wearing all black.

17. People will be swimming in water that a Floridian would need a wetsuit for.
 And they will tell you it is warm.

18. Baby strollers face the opposite direction & are parallel to the ground.

19. You can buy sex toys at the pharmacy.

20.  You see or meet men and their mouths look funny. Specifically, their upper lip. 
Then you realize that they use Snus (smokeless tobacco in a pouch that is put under 
the upper lip, no spitting required). Their hotness goes down slightly in your estimation.
 You wonder if you can put aside your rule of not dating tobacco users since snus is a 
cultural thing here and a SHOCKING number of people use it. Even some women.

21. You go buy lunch, and an immigrant takes your order. Their English is good, but not 
great, since they likely arrived here later in life and were not privy to the English education
 of most Swedes. You realize not only do they speak at least their Native language, Swedish 
and good English but that now you feel stupid because you only speak 1 language. You wonder
 why a 2nd language is not mandated to be taught at American public schools

Posted by: girl in stockholm.

sábado, 2 de outubro de 2010

Outro ponto de vista...

Meninas, achei esse texto em um blog de um americano que também mora aqui. Aqui ele fala a opinião dele sobre as eleiçoes que rolaram aqui na Suécia. Enjoy!

PS( O Rodrigo já esta bem, estamos em casa descansando para retomar a vida, mas isso é assunto para um outro post, quando eu estiver mais tranquila e com tempo. Obrigada pelo carinho de voces todas!)

OPINIÃO DO GRINGO.

Me digam oque voces acharam!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Resultado...

E o resultadodessaprocura de apartamento, stress do curso e problemas foi que o Rodrigo teveuma esquemia (strocke) e estamos no hospital com direito a ambulancia, paramedicos entrando na minhacasa para salvar meu marido que estava catatonico balbuciando algumas palavras e desmaiando.
Doumaisnoticias quando formos para casa.
Oque e nosso ta guardado.

domingo, 26 de setembro de 2010

HOMELESS!

Não sei se eu choro, se eu grito se eu pulo pela janela ou se eu pego um avião e volto para o Brasil...
Hoje a Dona do apartamento veio aqui e deu a notícia de que ela precisa vender este apartamento e eu preciso procurar outro... Você não está entendendo, eu passei mais de 3 meses tentando achar um apartamento e não consegui de jeito nenhum... aqui funciona assim; todos os apartamentos são do estado, cada sueco tem direito a 1, e se voce quer alugar um ape voce tem que entrar em uma fila que dura no mínimo 5, 6 anos...
Esse apartamento que eu estou é perfeito para mim, tem tudo pertinho, supermercado, lojinhas, perto do metro... apesar dos problemas que deram tava valendo a pena para a gente ficar aqui, até porque eu estava contando com isso......
Enfim... as vezes eu acho que o universo está conspirando para fuder a minha vida aqui na Suécia...
Deve ter alguma coisa muito boa guardada lá na frente pra mim...
Só um detalhe que eu não falei antes: já liguei para SETE (7) apartamentos e não "aceitam" bebês...
tá bom pra voce?!

sábado, 25 de setembro de 2010

A felicidade existe...e ela mora em Örnsberg.

Antes de vir para cá eu tentei entrar em contato com o máximo de pessoas possíveis que morassem aqui e fossem brasileiras, para pedir dicas, fazer amizade... e numa dessas procuras eu conheci uma pessoa muito especial!
Ela é brasileira e mora aqui há 22 anos. vou contar a história dela para vocês, pois para mim foi uma história que aquece o coraçao e faz a gente acreditar na felicidade.
Essa minha amiga tinha uma irmã que foi estudar na França e em uma viagem de navio conheceu um sueco... e casou. Então a Celia veio visitar a irmã, e faltando 1 semana para ir embora, ela estava no metro com a Tia e viu um sueco bonito passar... e ele olhou para ela... e ficaram naquela troca de olhares.
Antes dela saltar do metro ele sentou em frente a ela e deu um papelzinho com o telefone dele. Ela pegou e foi embora... e chegou em casa e falou para a irmã, que tinha gostado MUITO do sueco, mas não tinha como se comunicar com ele... nem inglês ela falava...
A irmã dela, pegou o telefone, ligou para o sueco bonitão e disse; Minha irmã gostou muito de voce, ela não fala sueco, mas quer te conhecer, voce aceita vir tomar um café aqui na minha casa? Na mesma hora ele aceitou! não deixou para o outro dia!
Quando ele chegou, a Celinha toda envergonhada, sentada na sala...
E a irmã dela fez o seguinte: entregou um dicionário português/ sueco para ela e um dicionário sueco/ português para ele e disse:  Agora voces se virem!
O resultado: estão casados a anos com uma filha linda, carinhosa e que fala português e sueco perfeito!
Num lar que transborda felicidade, harmonia e amor.
Essa história saiu até nos jornais da Suécia e rendeu uma matéria de revista!
Ontem estive na casa deles para um jantar típico sueco! Fui recebida com empadinhas de camarão deliciosas e pina colada, papo vai papo vem, sentamos à mesa e comemos uma sopa de ervilhas que é para se comer com uma colher de mostarda, a sua escolha... eu escolhi uma dijon deliciosa! acompanhand a sopa eles servem uma "cachaça" sueca divina!!! parece que tem mel dentro... e quente! sim! eles esquentam o PUNCH como é chamado e vc toma junto com a sopa.
Seguindo a sopa, é tradiçao comer umas panquequinhas que se parecem muito com o crepe francês evc escolhe umas geleias deliciosas para acompanhar...
E para fechar com chave de ouro ela serviu um kaffe (café!) com quindins e bolinhos recheados, tudinho feito por ela!!!
Gente, como me senti a vontade, feliz na casa dela... são pessoas amáveis, o Kurt, marido dela, falando inclusive português com a gente, super carinhoso com o Be e me contando várias histórias interessantes da Suécia! mas isso fica para um outro post... ;)

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Partido xenofóbico, nazista e racista ganha as eleiçoes.


Então tá, não vou começar minha ladainha aqui.. mas voce lembra deste post que eu fiz? Então... olha aí como já está começando...

Este texto foi escrito pela minha querida amiga Joana Öberg, do blg brassar.se
O SD, regido por Jimmy Åkesson entra para o governo e torna-se responsável pelo equilíbrio do parlamento.
Com o total de 5,7% dos votos no país, mais ou menos 300 mil votos. É a primeira vez que o partido, de raízes nazistas, se estabelece no parlamento, com 20 cargos.
Nenhum partido declarou que vai cooperar com o SD, porém o Sveriges Demokraterna diz estar aberto a todos os partidos.
 Os maiores objetivos do partido é diminuir o fluxo de asilados e imigrantes no país em pelo menos 90% já para o próximo ano.

Os distritos onde o partido teve alto percentual de voto:
Hässleholm: 12,9  Osby: 12,8  Tomelilla: 13,3 Östra Göinge: 13,8 Trelleborg: 13,8 Bjuv: 14,9  Sjöbo: 15,8. Em Brömölla - Skåne 17,8 e
num pequeno vilarejo chamado Örsjö em Skåne  21,3 por cento dos votantes resolveu escolher o partido.

Protesto
Mais de 10 mil pessoas se uniram na praça Sergels Torg, em Estocolmo, para protestar contra a entrada do partido SD no parlamento. Em Gotemburgo eram mais de 4 mil e em Mamlö foram 2 milpessoas.

A iniciativa se deu por iniciativa de uma menina de 17 anos, Felicia Margineanu, moradora de Sollentuna, que criou um grupo no site de relacionamentos Facebook para se unir e demonstrar o desagrado pela eleição do Sveriges Demokraterna.

Segundo a jornalista do Expressen Felícia  Felícia teria dito, ao olhar a praça de Estocolmo lotada de pessoas: Eu tenho apenas 17 anos! Olha o que eu fiz!
Os participantes do protesto portavam cartazes com inscrições: Nenhum racista no Parlamento!, Evite deportação de asilados, não ao SD, Sim para a Democracia, além de imagens com a Cruz Suástica cortada.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Um post pra ninguém ler...







Hoje eu acordei com saudades de NY. Saudades do cheiro das ruas, saudades da cidade amanhecendo no inverno com aquela neblinazinha e os homeless empurrando seus carrinhos de supermercado cheio de coisas com seus casacos sujos e murmurando alguma coisa em ingles...
Saudades de passear no madison square park e achar um absurdo aquela fila gigantesca no shake shak, e 5 minutos depois eu mesma fazer parte daquela fila gigantesca so pra comer aquele hamburguer maravilhoso...
Saudades dos taxis com aquelas tvs que me deixam enjoada mas mesmo assim eu nao desligo, pois eu amo ficar fazendo aquele joguinho de adivinha sobre a cidade...
Saudades de pegar o stroller do Be e passear na columbus circle esperando a hora para a pediatra natureba dele, que so existe em ny... Natureba é apelido! 
Saudades do frio na barriga para cada almoço com aa meninas dos blogs em restaurantes transadinhos que a paula achava pra gente! E nossas babybobeiras que so quem e brasileira, mãe e mora lá entende...
Saudades de andar pela 7th ave entre a 27 e a 31 achando um monte de coisa de decoraçao baratinha me sentindo a amy atlas do pedaço, chegando em casa e fazendo aquele jantar pro meu marido cheio de flores,  napkins holder diferentes... Achando que eu sou uma desperate housewife.... (e ele ter a certeza de que depois do jantar vai rolar alguma coisa e eu virar para o lado e dizer: estou morta! viver em NY sem babá me deixa exausta!! HA!)
Saudades de sentar no restaurante de staten island e beber prosecco com a minha melhor amiga enquanto os maridos cuidam das kids...
Saudades do meu marido reclamando TODO SANTO dia de New Jersey, que foi a coisa mais estupida da minha vida decidir ir morar la... E eu me divertindo horrores, pq eu amava...
Saudades de entrar na duane reade e nao conseguir sair de la sem gastar menos de 50 dolares...

MUITAS saudades do Le pain quotidien e suas delicinhas que me engordavam toda semana...
Saudades da minha vida, minha casa, minha história, que em 1 ano se escreveu no meio do tumulto de Manhattan... logo eu, que nem conhecia NY... e quando fui pela primeira vez... foi para ficar. Afinal, "...if you can make it here, you can make it everywhere...""
Nova York por um simples motivo: ..."concrete jungle where dreams are made..." and mine was... Oh! it was...
Porque em NY, ..."the lights will inpire you..."
Eu quero envelhecer naqueles parques, olhando a juventude passar de bicicleta e patins, tendo a certeza de que a música que eles estao escutando em seus ipods é a mais "cool" do momento, afinal... eles estao em NY...
E aquelas pessoas trocando seus flip flops pelo salto na porta do prédio para trabalhar, quer coisa mais nova yorkina que essa?!
E os Metros? ahhh.... os metros.... o metro card... aqueles artistas que tem a certeza que serão o mais novo sucesso da radio com seus instrumentos tocando nas estaçoes, afinal, eles estão em NY, e quem está em NY, your dreams will come true....
E a brasileirada enlouquecida na 34 fazendo compras falando ingles macarronico e eu passo em silencio pensando ai! que vergonha! e esquecendo que eu sou igualzinha a eles...
Porque eu sonhei. Eu sonhei e aconteceu. You are in New York, BABE....!

New York!!!!
Concrete jungle where dreams are made of,
There's nothing you can’t do,
Now you're in New York!!!
These streets will make you feel brand new,
the lights will inspire you,
Let's hear it for New York, New York, New York...



segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Voltando...

E eu tomei o remedinho... estou mais calma.
Vou explicar oque está acontecendo; Pelo oque me disseram aqui na Suécia não existe "bico".
Fazer um bico... um trabalho por fora... aqui eletricista tem que fazer faculdade. Para voce conseguir trazer um eletricista na sua casa demora mais de um mês.
Daí o eletricista veio e disse que não podia resolver, precisava de outra pessoa... e essa pessoa só pode vir na outra semana...
Em qualquer lugar do mundo voce liga, marca uma visita, o cara resolve, se der, se nao der, marca de voltar...
mas aqui não.. aqui é tudo complicado...
Não vejo a hora de voltar para NY, para a MINHA CASA, meu apartamento, MINHA LÍNGUA (mesmo sendo ingles)
Estou tentando ao máximo relaxar e curtir a experiencia, mas não estou conseguindo... está me irritando MUITO a maneira como as coisas funcionam aqui...
Eu to com uma bola inflamada na cicatriz da minha cirurgia das costas, fui ao médico e sabe oque ele me disse?
Passa ALCOOL 2 x ao dia e espera melhorar... só que esta criando uma quelóide gigante, tá horrivel... só uma plástica para tirar essa merda, que podia ser evitada...

E ai? ainda acha a Suécia o país mais avançado do mundo??????????

Non Stop

E as visitas não param, e o resfriado/febre/nariz nojento escorrendo/ cançaso não passa e a merda da geladeira está quebrada...
E eu ligo o forno, a geladeira desliga... e as comidas estragam e eu fico irritada e a resposta que eu tenho é: mas aqui na Suécia é assim... esperei 15 dias para o cara vir ver qual era o problema e ele fala: tem que vir uma outra pessoa porque eu não consigo ver qual é o problema... não consigo ver o fio porque está atras do armário... mais 1 semana de espera... e a e a comida estraga e eu fico irritada...
E nesse momento eu odeio com todas as minhas forças a Suécia, os suecos, esse apartamento essa geladeira...
Em qualquer lugar do mundo quando voce paga voce tem um serviço prestado.... mas segundo a Dona do apartamento "na Suécia não é assim"....
Todo dia comida estragando, dinheiro jogado fora e eu não posso chamar ninguém para arrumar simplismente porque "aqui na Suécia não é assim..."
você que tá lendo esse post, que tem filho pequeno, que faz aquela sopinha fresquinha pro seu filho, com o maior carinho entende a minha revolta de toda hora abrir a merda da geladeira e a merda da comida estar estragada?
E a comida para as visitas? os frios? os queijos? e a GRANA que eu gasto no supermercado e vai direto para p Lixo????????
E eu to achando que é melhor eu parar de escrever e tomar um remedinho pra me acalmar...

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Helsinki, Finland!

Fomos nós para Helsinki, foi MARAVILHOSO!!!
Depois escrevo com calma! some pics for u:



não quero nem falar sobre isso... uma feirinha inteira de pele a animais mortos... chorei, vomitei, passei mal e gritei pelo green peace...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Uma visita especial!

E chega em Estocolmo uma amiga querida do RJ, que trabalhava comigo na Veja! Não sei quem é mais palhaça de nós 2... você decide:









quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Me sentindo toda importante...

Saiu um texto meu no blog mais badalado da internet! o NY WITH KIDS.
Check it out!

stair away to heaven...

Essas fotos são de uma estaçao de metro em Östermalm, e essa escada tem a altura de um prédio de 10 andares.... eu confesso que não tive coragem de subir... ta achando que eu sou maluca, né? JURO! a escada era MUITO sinistra... muito medo...rsrsrsrs!!!